Procurando por algo?

CNT divulga perfil dos caminhoneiros

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou uma importante pesquisa relacionada ao transporte brasileiro. A pesquisa contem informações relevantes sobre o profissional desta área e suas atividades. A atual edição ouviu mais de mil caminhoneiros, tanto autônomos, como empregados de todas as regiões do Brasil.

 

A pesquisa revelou que a média de idade dos motoristas é de 44,3 anos e a renda mensal líquida média é de R$ 3,9 mil. Em média, os entrevistados estão na profissão há 18 anos. Os caminhoneiros rodam cerca de 10 mil km por mês e trabalham aproximadamente 11,3 horas por dia. 86,8% afirmam que houve queda da demanda por seus serviços em 2015. Desses, 74,1% alegam que o motivo foi a crise econômica.

 

Para conferir a pesquisa completa, acesse o site (http://www.cnt.org.br/Pesquisa/perfil-dos-caminhoneiros)

   

Fonte: CNT 2016

Transporte;

Câmara aprova aumento da mistura de biodiesel no diesel; projeto aguarda sanção

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou em março de 2016 o projeto de lei 3834/15, do Senado, que aumenta gradativamente o percentual de biodiesel no diesel vendido no Brasil, atualmente em 7 %. Pelo projeto, esse percentual de biodiesel no diesel subirá para 8 % por até um ano após a edição da lei e poderá chegar até 10 % após 36 meses.

O texto aprovado permite ainda que o percentual chegue a 15%, se testes e ensaios em motores validarem a utilização da mistura e desde que se obtenha aval do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), acrescentou texto publicado no site da Câmara.

Além de ser um combustível menos poluente, com preocupações ambientais, o uso de mais biodiesel na mistura com o diesel reduz a necessidade de importações do combustível fóssil pelo país. De acordo com o diretor - superintendente da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio), Donizete Tokarski "O aumento gradativo reduz a dependência externa de diesel e favorece a indústria nacional, diminuindo a ociosidade com a consequente ampliação da produção"

Fonte: Jornal Extra

Sem categoria;